Você sabia que as aves podem dormir voando?

112 pessoas viram este Fantabuloso post!

images

Fragatas

Segundo um novo estudo do Instituto Max Planck de Ornitologia encontraram evidências de que as aves podem dormir durante o vôo,é a primeira vez que as aves foram observadas dormindo em pleno vôo.

Muitas espécies de aves fazem o vôo non-stop por dias ou semanas, ou seja, eles seguem viagem sem parar.

A equipe de pesquisadores foi chefiada pelo neurofisiologista Niels Rattenborg , passou um tempo nas ilhas Galápagos monitorando as atividades cerebrais de grandes Fragatas .  As fragatas são aves de grande porte,são aves Pelecaniformes, pertencentes à família Fregatidae  e ao seu único género Fregata. O seu nome comum está relacionado com o seu hábito de assaltar outras aves marinhas, por isso chamadas de Fragatas de guerra.Elas tem asas compridas e estreitas que representam a menor superfície de asa por unidade de peso do mundo das aves. Têm cerca de 1 metro de comprimento, mais de dois de envergadura e uma cauda longa e bifurcada. A sua plumagem é geralmente preta ou preta e branco e os macho apresenta  um com saco gular vermelho,é uma espécie de grande aves marinhas que podem passar semanas voando non-stop sobre o oceano em busca de alimento.

(mais…)

Agora é sério Pokemon Go é liberado para o Brasil!!!!

108 pessoas viram este Fantabuloso post!

Ai galera Pokemon Go acaba de ser liberado para o brasil!! Agora é só caçar todos os pokemons maravilhosos!
Para quem esta com erro em atualizar segue APK atualizada de Pokemon Go.

pokemon-go
https://download.apkpure.com/c/APK/1734/023d3e27c90dae25?_fn=UG9rw6ltb24gR09fdjAuMzEuMF9hcGtwdXJlLmNvbS5hcGs%3D&k=ce53d90eba2568c195e2119b9c571ff557a3d174&_p=Y29tLm5pYW50aWNsYWJzLnBva2Vtb25nbw%3D%3D&c=2%7CGAME_ADVENTURE&cdn=cf

Obs: Não nos responsabilizamos pelo conteúdo do Link! Mas pra nós funcionou!

“Apocalipse Zumbi” espalha surto na Sibéria

154 pessoas viram este Fantabuloso post!

Na Sibéria está tendo um surto da doença-antraz que está matando crianças, renas e deixando adultos hospitalizados, o governo declarou estado de emergência,estão em alerta.

zombie hand rising out of the ground

Segundo o jornal Siberian Times “Antraz é uma infecção causada pela bactéria Bacillus anthracis. Entre as suas formas são inalação, o que leva à febre, dor no peito e falta de ar. A forma intestinal apresenta-se com náuseas, vômitos, diarreia ou dor abdominal.
Até o século 20, matou centenas de milhares de pessoas e animais a cada ano.
Antraz foi desenvolvido como uma arma letal no passado. “

As bactérias antraz têm um mecanismo incrível de sobrevivência: quando estão em condições desfavoráveis, como frio extremo, formam esporos que são capazes de sobreviver mais de 100 anos no permafrost (porção de terra que nunca descongela), estimam os cientistas russos. Quando a temperatura volta a aumentar, eles são capazes de “ressuscitar” e retornam a um estado menos resistente, mas que dá aos micróbios mais mobilidade – e os torna bem mais infecciosos.

“Mesmo em esporos, a antraz ainda é capaz de causar infecções – o mais comum é que vacas e bois acabem ingerindo os organismos no próprio pasto. Já os humanos acabam contaminados inspirando os esporos ou tendo contato com animais doentes. O tratamento é feito com antibióticos como a penicilina e a ciprofloxacina, a área afeta pelo surto já está isolada e as pessoas que ali estavam agora estão em quarentena e os corpos dos animais mortes estão sendo queimados separadamente para que não haja risco da doença se espalhar.
A fonte do surto parece ser a carcaça de uma rena que morreu há mais de 70 anos, na última epidemia de antraz. O corpo do animal, enterrado na tundra, abrigou durante o frio uma pequena colônia de micróbios, que passou sete décadas inativa – para todos os efeitos, morta. Mas quando chegou o calor, o cadáver começou a descongelar e as bactérias retornaram à vida.

A preocupação dos cientistas e do governo é que as endemias da bactéria se tornem mais comuns conforme o planeta continua a esquentar. Um dos grandes riscos é uma explosão de infecções em Yakutia, uma região que possui mais de 200 lugares de sepultamento de gado, cheias de carcaças de animais que morreram em pragas anteriores, de onde novas bactérias podem surgir.